sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Descreva-me




"Escreva-me um bilhete no papel que ganhou ao pagar alguma coisa, me escreva uma carta ao lembrar-te do amor que tenho por ti, simplesmente pense em como  a gente vai fazer pra se encontrar, se preocupe comigo, enfim, pense em mim.
Escreva no tronco de uma árvore nosso nome dentro de um coração, para guardar para a prosperidade a lembrança do nosso amor, guardar na alma mais essa bela recordação que é nosso nome naquele coração.
Quando sonhar comigo me avise, me ligue, venha em minha casa e me chame, aproveite o tempo ganho, se dispa e me ame.
Escreva, escreva tudo o que vier a mente, me descreva do modo mais louco, do modo mais sutil, toque-me suavemente e diga que o que sente por mim não se assemelha a nada do que você já sentiu.
Diz pra mim, que você gosta da minha companhia, que comigo ao seu lado você ganhou mais motivos para sorrir, pois é isso que você vai ouvir de mim da próxima vez que eu o vir.
Quando tudo isso acabar a certeza que tenho é a de que eu você ainda vamos permanecer estáticos perante este turbilhão de sentimentos.
É impossível tentar fugir, as vezes vou aquele lugar, e fico na esperança de ver você se aproximando ao longe trazendo contigo a minha paz, a minha esperança de ainda ser feliz.
Eu sempre quis voar, sempre quis partir daqui, mas a única coisa que se foi pra longe, foi o meu coração, saiba que ele está ai, do lado de dentro do teu peito, junto ao teu".



0 comentários:

Postar um comentário

 
;