segunda-feira, 10 de junho de 2013

Escarificação: entre anjos e demônios

     "Não vou fugir muito da linha dos meus poemas não, mas hoje quis vir aqui tratar de certos assuntos que me inspiram, quem me conhece sabe da minha paixão por tatuagens, piercings, enfim, toda forma de modificação corporal. Mas lógico, gosto também de descrição, portanto não optaria por algo muito louco, quem sabe num momento de êxtase, mas não com minha sanidade mental controlada.
    Mas então, voltando ao assunto, sabe quando a gente julga um ato ou uma pessoa pelo seu modo de vestir ou se comportar? Então, esse ato pode ser caracterizado pré-conceito ou TABU, em sua definição Tabu é : De modo geral, pode-se definir tabu como qualquer assunto ou comportamento inaceitável ou proibido em uma determinada sociedade.
Um tabu é um assunto cuja discussão costuma ser evitada pela população em geral, devido à diversas razões: seja porque este seria alvo de opiniões contraditórias; porque trata-se de um assunto que interfere com a sensibilidade das pessoas; porque seja uma pauta polêmica capaz interferir com a moral e bons costumes da sociedade etc.


     Então, eu gosto de Tabus. Não vejo mal nenhum na pessoa viver do jeito que ela se sente bem.
      O Tabu de hoje será a Escarificação:
Escarificação é uma técnica de modificação do corpo que consiste em produzir cicatrizes no corpo através de instrumentos cortantes. Diversas culturas utilizam está técnica. Na África em algumas culturas as mulheres utilizam a escarificação como forma de beleza.
      A escarificação - como a conhecemos hoje - está inserida no Brasil há aproximadamente uma década. Fato curioso é que os primeiros profissionais nacionais da escarificação não atuam mais no ramo, o que dificulta bastante o nosso entendimento de como tudo exatamente começou e aconteceu por aqui. O que sabemos é que os primeiros “escarificadores”, são até hoje citados como grande referencial pelos profissionais que ainda atuam no Brasil. 











Eu acho muito doido >.< não digo que não faria, porque as vezes eu dou a "loka" néh?!
Mas tipo, o que vocês acham?!
Quero opiniões, gosto de discussões sadias.
Bjus da Yssa.

1 comentários:

Renilson Bail disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

 
;