segunda-feira, 30 de abril de 2012

Um pouco de mim.


"Deixo aqui, agora, um pouco de mim, um fragmento de minha memória.. Cruel, sem amor, sem compaixão, do mais íntimo cantinho da alma, retiro sentimentos do coração..
 Você, sempre esteve presente, na minha estrada no meu caminho solitário.. Via minhas lutas, mas apenas por ter sido a razão dos meus últimos sorrisos, nunca se mostrou solidário..
Via em mim, e ainda vê, aquela garota por quem jamais sentirá atração.
 Mas digo mais uma vez, e repito para quem não entender, não somos nós quem controlamos nosso ingênuo coração.
Queria ter na vida real, a mesma coragem que tenho na minha existência virtual, só que vejo isso como algo impossível, aqui pelo PC, posso ser dura, fria, o que não dá pra ser nunca, quando me deparo com seu sorriso enigmático, mesmo não sendo eu, o motivo de tal dádiva...
Ah, garoto...
 Garoto ínbecil, talvez pra você não faça diferença, mas preciso dizer e pedir que não tome as citações anteriores como ofensa... Não é minha intensão..
Apenas lamento, por que você tem meu coração, sabe disso, mas mesmo assim faz pouco caso do meu sentimento...
Não dá mais, amo você, o seu jeitinho despreocupado, enfim o fato de você viver, já é o motivo mais puro, para me fazer sorrir"...

Rayssa Gomes



0 comentários:

Postar um comentário

 
;