sexta-feira, 9 de março de 2012

Momento de relutância

"Testando a paciência do humano mais hostil, vivendo na lembrança, de um tempo que nunca existiu.
Intransigente e sem coração, sociedade corrupta, levada nas costas por pessoas sem compreênção.
Sinos ecôam, badalam, interrompendo o silêncio da noite soturna, 
perseguem as aves do Atlântico, indefesas aves noturnas...
Sem sentido a vida de quem se vive por viver, 
Sem carinho é a caminhada do indivíduo que paga pra ver..
Sem noção a existência de só nós nesse universo, estamos tão acompanhados e ao mesmo tempo sós, nesse mundo sem progresso...
Atualizando o status da morte precoce, dizem-se serem imunes mas ninguém realmente está livre, de do ser maquiavélico ser posse...
Amor sentimento inútil e cruel, crussifica aquele que ama, e aquele que não ama transforma-o sem dó em um réu..
Drasticamente levando a vida, rastejando atrás de uma migalha de sangue divino,veneno capaz de curar a ferida.
Correndo contra o tempo, cuspindo do alto do precipício para ver se a cratera tem um fundo.... Fazendo jus ao gasto tempo, sentimento gerado de um refúlgo...
Simplesmente relutando, saindo de dentro do meu pensamento.
A seres incapazes de amar assim como eu eu apenas lamento".

Rayssa Gomes

Bjks =)   

0 comentários:

Postar um comentário

 
;