sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Inconsequente amor

"Sou aquele romântico, que vive em função do amor..
Aquele bobo ciumento de alma pura, e sonhador...
O indivíduo que diz que te ama, e você nem dá atenção...
Apenas uma alma humana, a procura de um bom coração...


Não ligo para aparências, somente sinto esta dor...
A dor de um coração que sangra inconsequente amor...


Sou a fera de olhos vazados, esperando pelo verão..
Ouço o barulho da chuva que desperta a minha emoção..
Meu coração acelera, meus olhos se enchem de luz...
Fico com vergonha do mundo, tua áurea me conduz..


Anjo de pele dourada, que tem na escência o perfume da flor..
Por você estou enebriado inconsequente amor"...
(Rayssa)

0 comentários:

Postar um comentário

 
;